quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Para quem nao tem prática o delineador é mesmo um terror, mas algumas dicas podem melhorar tudo.
$olhos – dica - make
Para começar, prática... Esse sempre é o segredo do sucesso, mas se você mesmo assim continua sem se garantir você pode ainda fazer um esboço com sombra e aplicar o delineador por cima.
Para aplicar:
1.       Levante o queixo e olhe para baixo, assim a pálpebra fica naturalmente esticada;
2.       Comece o traçado do meio do olho até o ultimo cílio, e complete o traço do canto para o meio;
3.       Para puxar o gatinho, deixe a cabeça reta e desenhe a linha com o olho aberto;

TIPOS:
Líquido: é oque exige mais habilidade;
Caneta: tem ponta firme tornando-se mais fácil que o liquido, e o efeito é parecido;
Lápis: de todos é o mais fácil – o que o torna perfeito para iniciantes – possui um efeito fosco;
Gel ou Creme: aplique com um picel bem cheio para melhor resultado;
Pó: mesma textura de uma sombra, e pode ser usado esfumaçado.
DICA:
·         Pra fazer o traço inferior, abaixe a cabeça e olhe para cima;
·         Para o traço fino prefira a versão líquida;
·         Se o  delineador for colorido, evite usar sombra;
·         Traço forte (o mais fácil) comece rente os cílios e engrosse aos poucos.

SUPER DICA:

TREINAR EM CASA
 USE DELINEADORES LAPÍS - SAO OS MAIS FACEIS (Acabamento mais fosco)
 Deixe o delineador apenas para o uso superior, em baixo passe lapis de
forma interna e externa, o resultado é praticamente o mesmo
Corrija pequenos erros com hastes flexíveis e demaquilante líquido

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Criança sempre

Desde pequenos somos crianças.
 Jamais deixaremos de ser crianças. 
O máximo, quando adultos, é estarmos crianças ocasionalmente, mas seremos eternamente crianças. O que muda apenas é o preço dos brinquedos. Renegar esse fato nos tornará menos alegres, seremos mais sisudos, mais sérios e vivemos disfarçando uma realidade por conta das pseudo-aparências. Ficaremos metódicos demais e nos irritaremos com pequenas coisas. Não aceitaremos pequenas transgressões e nos transformaremos em síndicos das normas e condutas.
 É preciso relaxar, alegrar-se com a vida e se surpreender com as coisas simples. Destranque a porta do seu quarto emocional e libere a criança que tem dentro de você. Faça coisas inesperadas. Brinque, sorria, corra na chuva. Assimile a certeza de que somente as pessoas seguras de si, adultas e resolvidas, são as que têm a capacidade de, sem se envergonharem, vez por outra, brincar como crianças de verdade.